Curta Nossa Página do Facebook!

  • Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Skype Me™! contador de visitas

    segunda-feira, 28 de junho de 2010

    O que significa “o que é devido à paz” em Lucas 19:42?


    O que significa “o que é devido à paz” em Lucas 19:42?

    Quando Jesus chegou a Jerusalém, poucos dias antes da crucificação, ele “chorou e dizia: Ah! Se conheceras por ti mesma, ainda hoje, o que é devido à paz! Mas isto está agora oculto aos teus olhos” (Lucas 19:41-42).

    Estas palavras fazem parte da resposta de Jesus aos fariseus, que o criticaram por aceitar a adoração dos discípulos (19:38-40).

    As palavras “o que é devido à paz” significam “os termos da paz”, “o que pertence à paz” ou “o que leva à paz”. Com este entendimento, podemos ver a riqueza das palavras de Jesus e a aplicação delas aos ouvintes naquele dia, e aos leitores nos dias de hoje.

    Isaías, profetizando 700 anos antes de Cristo, falou do Messias como o “Príncipe da Paz”. Zacarias, o pai de João Batista, entendeu a importância do trabalho de conduzir pessoas “pelo caminho da paz” (Lucas 1:79). Os anjos que anunciaram o nascimento do Salvador cantaram: “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem” (Lucas 2:14). Para os discípulos que acompanhavam Jesus, a Paz estava chegando (Lucas 19:38).

    Mas o ponto de vista dos fariseus era outro. Eles não olhavam para Jesus como a paz ou a solução. Eles o consideravam uma ameaça, alguém que tomaria a posição deles. Para estes líderes religiosos, Jesus trouxe divisão e conflito. O próprio Jesus sabia do transtorno que causaria: “Supondes que vim para dar paz à terra? Não, eu vo-lo afirmo; antes, divisão” (Lucas 12:51).

    O orgulho e preconceito dos fariseus foram tão grandes que não conseguiram enxergar a glória do Príncipe da Paz. Os humildes discípulos adoravam e se regozijaram na presença do Salvador, mas os líderes se sentiram ameaçados. Jesus continuou sua conversa com eles, falando do castigo que viria sobre Jerusalém “porque não reconheceste a oportunidade da tua visitação” (Lucas 19:43-44). Visitação, em Lucas, significa a vinda de Deus para salvar seu povo (cf. Lucas 1:68,78; 7:16). Os líderes em Jerusalém não reconheceram a oportunidade para serem salvos.

    Hoje, muitas pessoas olham para Jesus como uma ameaça que tiraria delas a liberdade para pecar. De fato, ele daria a libertação do pecado, trazendo a reconciliação com Deus. Paulo disse aos gentios que aceitaram Jesus: “Naquele tempo, estáveis sem Cristo, ... não tendo esperança e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo. Porque ele é a nossa paz” (Efésios 2:12-14).

    – por Dennis Allan

    Leia mais sobre este assunto:
    Não paz, mas espada

    A Justiça e a Paz se Beijaram

    O Evangelho do Reino

    O Problema do Pecado


    0 comentários:

    Postar um comentário



     

    J.F.C Estudos Bíblicos Copyright © 2010 Premium Wordpress Themes | Website Templates | Blog Templates Designed by Lasantha